Google+ Followers

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

POR: PEDRO SÁVIO FURTADO ARRUDA PIRES



MIGUEL ANTÔNIO FURTADO DE ARRUDA E SUA MÃE MARIA ADELINA FURTADO DE ARRUDA
Colação de grau em direito  - Julho de 1992

Texto postado no face de Pedro Sávio Furtado Arruda Pires em 14/02/2017

MIGUEL ANTONIO FURTADO DE ARRUDA (1955 - 2017)
Faleceu nesta madrugada meu tio Miguel, após uma batalha contra um Linfoma. Espero que agora aonde quer que ele esteja, após essa transição da vida e da morte, ele possa estar junto dos meus avós, recebido pelo restante das famílias Arruda e Furtado e dos ancestrais. Espero que ele possa estar em um local onde haja paz, amor, ternura e compreensão, algo bem diferente deste INFERNO deste mundo tão mesquinho, cheio de pessoas tão cruéis, intolerantes e desprezíveis.

Para mim esse mundo nunca foi um mar de rosas. Talvez esse meu tio tenha sido o que eu me aproximei mais tarde, nossa amizade e companheirismo começou em 2010. Eu acabei descobrindo neste tempo que passamos juntos que tínhamos mais semelhanças do que diferenças e que éramos muito mais parecidos do que eu imaginava.

O comportamento e dificuldade de se expressar eram coisas que tínhamos demais em comum. Sei que ele tinha amarguras e traumas, assim como eu, portanto mais uma semelhança.

Ele era uma pessoa simples, humilde, mas para mim já é por si um vencedor, porque vencedor não é quem tem um carro do ano ou um apartamento enorme na orla da praia. Para mim, ele venceu pela honestidade, pela solidariedade e pelo enorme coração que possuía.

Você venceu Tio Miguel! Não pense, onde quer que você esteja agora, em nenhum momento, que você falhou. Você é para mim mais que um tio, é um aliado e um amigo!

Adeus Tio Miguel, descanse em paz e seja bem recebido pelo restante da família!

Pedro Sávio Arruda (Baruch Dayan Emet!)
14.02.2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário