Google+ Followers

domingo, 9 de outubro de 2016

POR: DYLVARDO COSTA LIMA - POEMAS

Dr. Dylvardo Costa Lima

A PEC 241
É uma proposta indecente
Mexe no bolso do povo
Principalmente do mais carente
Se o povo não se mexer
Ganhar votos pra reverter
O Temer, tá nem aí pra gente.

-------------------------------------
A rima é uma arte
Que traz na gente uma lembrança
Das coisas boas da vida
De quando a gente era criança
Mas serve também como lamento
Pra se ter discernimento
E não se perder a esperança.

-------------------------------------
A rima também é uma forma
De informar a crise atual
De conscientizar as pessoas
Para que a História tenha outro final
Denunciar o golpismo
E defender com altruísmo
Contra esse governo do mal.

--------------------------------------
Meu obrigado ao destino
Por no Ceará nascer
Gosto daqui desde menino
E é aqui que vou morrer
Quanto mais sou nordestino
Com esse espírito peregrino
Mas me orgulho de ser.

-----------------------------------
Tem gente que não gosta
Da minha forma de arte
Misturo humor com denúncia
Eu faço a minha parte
Levante o bumbum da cama
A Democracia te chama
Unidos, seremos um baluarte.

--------------------------------------
Eu gosto de mim mesmo
Quando faço o meu verso
O resto é só o entorno
Dentro do nosso Universo
Seja mais tolerante
Rima, pode ser um calmante
Se der o mote, eu não converso!!!

---------------------------------------
Eu sou o Dylvardo
Que faço do verso uma arma
Rasgando o mote suado
Contra tudo que é carma
Desse povo injustiçado
Oprimido e massacrado
Pela classe abastada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário