Google+ Followers

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

POR: MANOEL FONSÊCA - Viva Lula. Prisão para Dallagnol.


Dr. Manoel Fonsêca
Viva Lula. Prisão para Dallagnol

O Procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da Força Tarefa Lava Jato, nascido em Pato Branco, Paraná, fiel da Igreja Batista, deveria ser processado e preso por cometer vários crimes previstos em Lei, no exercício de função pública, durante entrevista coletiva para oferecer denúncia "pública" e tentar incriminar o Ex-Presidente Lula, sem provas.
Ao chamar Lula de "comandante máximo" e "grande general" de toda a corrupção da Petrobrás, admitindo não ter prova, mas firme convicção, o Procurador Dallagnol incorreu nos crimes de Calúnia (Art. 138 do Código Penal), Difamação (Art. 139), Injúria (Art. 140), Prevaricação (Art. 319), Violência Arbitrária (Art. 322) e até Corrupção Passiva (Art. 317, no parágrafo 2º). O Procurador Dallagnol se acha imbuído de missão messiânica de prender o maior líder popular vivo do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, e destruir o PT. Incorporado deste messianismo, pensa estar acima das leis dos homens, pois possuído de múnos divinitório.
O espetáculo triste e deprimente de um representante do judiciário, falando fora dos autos, ao oferecer denúncia sem provas, inclusive requentando denúncias de que Lula e Dona Marisa Letícia eram beneficiários de uma reforma de triplex que não lhes pertence, expressa o fundo do poço da Justiça brasileira, omissa ou conivente com um processo continuado de golpe contra a democracia. Que interesses estão por traz desta voracidade persecutória contra Lula? Só tem uma explicação: elês têm medo do Lula, têm ódio ao Lula, têm ódio de classe contra o povo trabalhador. Eles, os parlamentares corruptos, o judiciário omisso, a mídia golpista, os partidos políticos venais e entreguistas (PSDB, DEM, PMDB e PPS), o capital financeiro, as grandes corporações interessadas nas riquezas nacionais, todos eles, conspiram para destruir direitos adquiridos pela classe trabalhadora, não admitem maior distribuição de renda, não aceitam o Brasil livre do FMI, pertencente ao G20, protagonista internacional, membro da UNASUL e dos BRICS, não concordam com a Lei da Partilha e do controle do Pré-sal, ficam raivosos com os "mais médicos", o "bolsa família", o "minha casa, minha vida", o "luz para todos", as cotas, o pro-uni, o fies. Não basta perseguir o PT, não basta dar o golpe e cassar a Presidenta Dilma, têm que destruir a imagem e prender Lula.
Eles pensam que podem destruir mentes e corações de milhões de brasileiros. Não conseguirão. Vai ter reação, vai ter luta.
Prisão para Dallagnol
Viva a Democracia
Viva o Lula

Manoel Fonseca
Médicos pela Democracia

Nenhum comentário:

Postar um comentário