Google+ Followers

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Movimento MÉDICOS PELA DEMOCRACIA divulga Carta Aberta a Temer.


O senhor afirmou em discurso aos seus que não tolerará mais ser chamado de Golpista. Imaginamos que tal verdade deva lhe doer porque a verdade é como uma luz que rasga as trevas da tirania.Todos sabem que o impeachment, mesmo sem a existência de prova do crime de responsabilidade da presidente, foi o modo que o seu grupo encontrou para chegar ao poder. Afinal, não haveria como viabilizar o programa derrotado nas eleições de 2014, nem haveria outro meio para impedir a apuração dos muitos crimes de políticos indiciados ou processados que compõem o seu governo.Os votos que o senhor conseguiu arrecadar no Senado não são suficientes para apagar a verdade cristalina – o Golpe de 31 de Agosto de 2016 foi uma violência contra o povo porque lhe expropriou o direito de decidir quem o governa.
A mídia, que tanto atacou a presidenta deposta, por certo lhe será generosa, desde que atenda ao roteiro que foi estabelecido – destruir os direitos sociais, entregar de vez as riquezas nacionais e cumprir a receita do capital financeiro nacional e internacional. E os deputados e senadores que hoje o afagam lhe exigirão a garantia que o senhor não lhes pode dar – de que ficarão livres de condenação por seus crimes.
Nosso movimento tem particular interesse pela defesa do Sistema Único de Saúde - SUS. O seu governo, em contraposição, tem interesse em destruí-lo, tanto que escalou um ministro com a missão de favorecer os planos privados de saúde e reduzir os investimentos públicos. Não pode haver trégua entre nós e acreditamos que até mesmo os médicos que o seguiram na aventura golpista hão de abandoná-lo porque já estão tendo seus interesses prejudicados.
Nos últimos quinze anos, o governo passou a gastar cinco vezes mais com saúde e mesmo assim o Brasil não atingiu 4 dólares por dia para cada brasileiro, bem abaixo da média mundial. Apesar das muitas conquistas como o SAMU, imunização, tratamento de câncer e Aids, Farmácia Popular, transplantes e muitas outras, o SUS ainda não assegura o direito constitucional à saúde e por isso seria necessário ampliar as receitas e gastar de forma mais eficiente. Seu governo, entretanto, interessado em eliminar as conquistas sociais, decidiu cortar receitas e direitos.
Não bastasse, portanto, tudo de maligno que o senhor representa para o nosso país e para a Democracia, a decisão de reduzir e congelar despesas do SUS significa golpear fortemente a saúde e a vida da nossa população. Repetimos: não pode haver trégua entre nós!Resistiremos na defesa do SUS! Resistiremos na defesa da Democracia! Não temê-lo-emos!
Abaixo o Governo Golpista!
Eleições Já para Presidente da República.
01 de setembro de 2016.
Movimento MÉDICOS PELA DEMOCRACIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário