Google+ Followers

quinta-feira, 25 de junho de 2015

VÍDEO HOMENAGEM AOS MEUS AVÓS PATERNOS

Acho que o papai ficaria feliz vendo esse vídeo. Ele, que tirou e preservou quase todas essas fotos, iria se sentir recompensado. 
As fotos de Lisboa teriam se acabado se ele não tivesse feito dezenas de cópias. Tudo com o dinheiro do bolso dele. 
Tudo para preservar a memória de nossa família. 
BRAVO!

Este vídeo foi feito para marcar a data do falecimento de minha avó paterna, Noemy Távora Arruda. Ontem, dia 24/06/2015, completou 32 anos de sua partida.

Aos meus avós, a minha homenagem.


ana margarida


quarta-feira, 24 de junho de 2015

VÍDEOS - PALESTRA MARCELO GURGEL SOBRE O ICC

Aconteceu no dia 22 de junho de 2015, no Instituto do Ceará, a palestra do Dr. Marcelo Gurgel sobre o Instituto do Câncer do Ceará, no ensejo das comemorações dos 70 anos do ICC.
Na íntegra, em três vídeos, a palestra.







terça-feira, 23 de junho de 2015

PARABÉNS, MAMÃE!

Se viva fosse, minha mãe estaria completando, hoje, 97 anos. Parabéns, mamãe! Para você o meu amor e a minha gratidão perenes. 


quinta-feira, 4 de junho de 2015

POR: LUANA TOLENTINO - FOME CAI 82% NO BRASIL

Luana Tolentino: Relatório da ONU diz que fome cai 82% no Brasil; a “grande” imprensa omite


por Luana Tolentino, especial para o Viomundo
Em meio a crise política e econômica vivida pelo país, na última quarta-feira (27), a Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou o relatório O Estado da Segurança Alimentar no Mundo 2015, que apontou a redução em 82% no número de pessoas subalimentadas no Brasil, entre 2002 e 2014. Segundo o relatório, programas de transferência de renda e o fortalecimento do poder aquisitivo das mulheres foram essenciais para a reversão do quadro de pobreza e miséria no qual o Brasil esteve mergulhado até o início dos anos 2000.
A notícia que deveria ser motivo de ampla comemoração, simplesmente foi omitida por todos (todos!) os jornais e revistas da “grande” imprensa nacional. Tivéssemos uma mídia democrática, tamanha conquista estamparia a capa dos impressos e ganharia destaque nos programas do rádio e da televisão.
O silêncio da mídia e o ódio de classe contra o Bolsa Família, cuja importância é reconhecida internacionalmente, escancaram a oposição midiática ao governo petista, o caráter excludente da sociedade brasileira e a “cultura do desprezo” pelos mais pobres.
O ex-presidente Lula sintetizou de forma magistral o comportamento da mídia e de parte dos brasileiros: “Eu pensava que as pessoas iam ficar felizes ao verem os pobres começarem a comer. Mas não, eles se incomodam”.
Luana Tolentino é Professora e Historiadora. É ativista dos movimentos Negro e Feminista