Google+ Followers

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

A VERDADE - 7 DE JANEIRO DE 1951



Escolhido o Candidato a Prefeito de Baturité

Extraído do Jornal A VERDADE de 7 de janeiro de 1951

Os diretórios municipais do P.S.D. e da U.D.N., em sessões realizadas domingo último, escolheram por unanimidade para candidato da coligação ao cargo de Prefeito de Baturité, em substituição ao Prefeito eleito Hermenegildo Furtado Filho, tragicamente falecido a 13 de novembro, o primeiro Tenente Miguel Edgy Távora Arruda, distinto oficial reformado do glorioso Exército Nacional.
O Tenente Miguel Edgy Távora Arruda  nasceu na cidade de Fortaleza, capital deste Estado, a 3 de abril de 1919, sendo filho do Senhor Raimundo Arruda e de Dona Noemy Távora Arruda.
Cursou a Escola Apostólica do Jesuítas e o Colégio Salesiano Domingos Sávio desta cidade e concluiu o curso de humanidades no Liceu do Ceará. Seguiu para o Rio de Janeiro em princípios de 1940.  Foi declarado aspirante a Oficial do Exército a 16 de outubro de 1942, tendo obtido a vigésima classificação por merecimento em uma turma de 162 aspirantes de Infantaria. Serviu no 1º B.C. sediado em Petrópolis, no Estado do Rio. Foi promovido a 2º Tenente,  a 25 de junho de 1943. 
Durante o período da última Guerra serviu no 25º B.C., sediado em Teresina, capital do Piauí, onde teve ocasião de exercer várias funções de relevância, entre as quais a de Instrutor de Combate, Topografia, Armamento e Tiro do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva, Oficial Regimental de  (?), Comandante da Companhia de Metralhadoras e da Secção motorizada de Canhões anti-tanques da qual foi o organizador.
Tomou parte ativa no preparo e instrução do Contingente que o 25º B.C. enviou para integrar a Força Expedicionária Brasileira que lutou na Itália. Em todas as funções que desempenhou, destacou-se sempre por suas excepcionais  qualidades pessoais, tendo deixado traços marcantes de sua personalidade.

Oficial brioso e de conduta irrepreensível, granjeou um elevado conceito perante seus superiores e uma real estima entre seus camaradas.
A 18 de maio de 1945, durante um Exercício de Combate com a Companhia sob o seu Comando, foi vítima de um acidente provocado pela explosão de uma granada de mão que lhe causou graves ferimentos, incapacitando-o para o Serviço Ativo do Exército.
A 25 de Setembro de 1945, foi promovido a 1º Tenente,  passando o adido ao 23º B.C. de Fortaleza.
Na mesma ocasião, ao ser desligado do 25º B.C. foi elogiado pelo seu comandante nos seguintes termos:
“Ao desligar de adido o primeiro Tenente Miguel Edgy Távora Arruda, este Comando louva o referido oficial pelas constantes provas de amor ao trabalho, dedicação ao serviço a à Instrução, que o tornaram um militar à altura de suas funções, especialmente na parte referente ao armamento, para o qual tinha cuidados especias. Lamentando o acidente que o privou de permanecer no exército, deve restar ao referido oficial o consolo de quando na ativa, ter cumprido de maneira brilhante o seu dever.”

Por decreto do Exmo Snr. Presidente da República, datado de 29 de agosto de 1946, foi reformado do serviço ativo do Exército com todos os direitos e vantagens do seu posto.
No período de 1946 a 1948, exerceu suas atividades como gerente de um escritório de Comissões da Firma Ananias Arruda & Cia. Ltda, em Fortaleza.

A partir de 1949, estabeleceu-se nesta cidade onde é proprietário do Cine Baturité. Presentemente acha-se aguardando promoção ao posto de capitão de acordo com uma recente Lei do Congresso Nacional, que dá direito a promoção imediata a todos os militares reformados que serviram em zona de guerra, durante o período da última conflagração mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário