Google+ Followers

sábado, 25 de janeiro de 2014

PARABÉNS, SÃO PAULO!

 DECLARAÇÃO DE AMOR À SAMPA

Para homenagear SAMPA, na data de seu 460º aniversário, posto o final de um texto que escrevi, em setembro de 2008, quando voltei à Paulicéia Desvairada.

(...) Depois de apreciar da janela de minha sala a igreja iluminada no alto de um morro (ainda não descobri o nome desta igreja que me lembra a “Sacré Coeur” de Paris), declarei meu amor à SAMPA. Cidade dos modernistas como: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Victor Brecheret e tantos outros que fizeram a semana de Arte Moderna, também conhecida por semana de 22, pois ocorreu entre 11 e 18 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal. No curto tempo de 7 dias foram apresentadas poesias, músicas e palestras sobre a modernidade, representando uma verdadeira renovação de linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora na ruptura com o passado. O evento marcou época ao apresentar novas idéias e conceitos artísticos dando inicio ao Modernismo no Brasil. A poesia através da declamação, antes, era só escrita. A música por meio de concertos, só havia cantores sem acompanhamento de orquestras sinfônicas. A arte plástica exibida em telas, esculturas e maquetes de arquiteturas, com desenhos arrojados e modernos etc, etc... São Paulo passou a se impor no Brasil pela cultura...

Com a alma leve e feliz declarei meu amor à cidade que me fez historiadora, que me abriu novos horizontes...Cidade, enfim, do querido Rose, onde vivi anos de plena felicidade...

Ana Margarida Rosemberg.











Nenhum comentário:

Postar um comentário