Google+ Followers

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

POR: MARCELO GURGEL - HELOÍSA JUAÇABA: UMA REINVENTORA DO BELO


                                     HELOÍSA JUAÇABA: UMA REINVENTORA DO BELO

Publicado no BLOG do Marcelo Gurgel
É com profunda tristeza que pranteamos aqui a despedida terrena da nossa estimada Heloísa Ferreira Juaçaba, viúva do Prof. Haroldo Gondim Juaçaba, e renomada artista plástica e mecenas da cultura e das artes cearenses, que retornou ao Pai, na noite de ontem, dia 17/12/2013.
Esse lastimável acontecimento aporta um grande pesar a tantos que conviveram com ela, e enluta os que fazem os meios artísticos e culturais do Ceará, bem como centenas de voluntários engajados na luta contra o câncer em nosso torrão.
D. Heloísa Juaçaba foi uma grande dama das Artes, no Ceará. Suas mãos foram abençoadas pelo Criador, para que delas emergisse tanta beleza, sob a forma de sons, ao dedilhar o seu piano, e de cores, no seu delicado manejo dos pincéis.
Como uma exímia artista plástica que foi, D. Heloísa teve, ainda em vida, seu nome e sua arte reconhecidos no Brasil e no exterior. Dotada de múltiplos talentos, ela destacou-se como pintora, escultora, tapeceira e desenhista, com dezenas de suas obras a enfeitar e a valorizar paredes e espaços, institucionais e privados, espalhados pelo mundo afora.
Nascida na serrana Guaramiranga, terra das mais belas e perfumadas flores do Ceará, D. Heloísa foi sempre uma flor de criatura, de alma sensível, com uma singular lhaneza de trato, capaz de se doar, indistintamente, a quem dela precisasse dos seus préstimos.
D. Heloísa começou sua trajetória artística no limiar da década de 1950, na Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP), tendo sido mentora do desabrochar de outros artistas, pelo exercício natural do mecenato, nobremente praticado por ela, possibilitando, com isso, alavancar a carreira de novos valores do Ceará.
Era a Presidente de Honra da Rede Feminina do Instituto do Câncer do Ceará, originada como uma liga de Combate ao Câncer no Ceará, da qual foi fundadora em 1954, e, por longos anos, a presidente dessa entidade, tendo prestado, por mais de cinco décadas, um importante serviço assistencial, de voluntariado e benemerência, aos pacientes de câncer, sobretudo os mais desvalidos. Também presidiu a Rede Feminina Nacional de Combate ao Câncer, o que lhe valeu o reconhecimento no âmbito federativo.
Mesmo com o avanço da idade, ela manteve a mesma atividade alcançada na sua maturidade, cônscia do espírito de cidadania que pautava suas ações, e nutrida pelo senso da responsabilidade social, que era tão caro em seu viver.
Por mais de sessenta anos, formou, com Haroldo Juaçaba, uma duradoura e feliz união, que servia de modelo a tantas famílias cearenses, pelo Amor, mutuamente cultivado, pleno de compreensão e afeto.
Com certeza, todos os que a conheceram manterão, na lembrança, as boas recordações de uma harmoniosa convivência com essa extraordinária senhora.
Descansa em paz, Dona Heloísa! Agora, e para sempre, ao lado do seu grande amado Haroldo Juaçaba.
Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Professor da Escola Cearense de Oncologia do ICC

* Homenagem lida na Missa de corpo presente, em sufrágio da alma de D. Heloísa Juaçaba, celebrada no Velatório Ternura, em Fortaleza, em 18/12/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário