Google+ Followers

quinta-feira, 28 de março de 2013

POR : JAMES NACHTWEY - TUBERCULOSE

      

CAT_ tuberculose extremamente resistente aos antibioticos_james-nachtwey

 O Centro de Apoio ao Tabagista, coordenado pelo ativista Alexandre Milagres, médico pneumologista, também coordenador do Programa de Controle da Tuberculose do Hospital Municipal Raphael de Paula Souza, no Rio de Janeiro, editou e divulga este depoimento do fotógrafo James Nachtwey, cujo trabalho recebeu o Prêmio TED.

James Nachtwey é um fotógrafo conhecido mundialmente, capturador de imagens impactantes de guerras e conflitos sociais pelo mundo. Ele, acostumado a, portanto, impactar os outros, foi, ele próprio, tocado pelo sofrimento sentido pelos atingidos pela tuberculose, notadamente a tuberculose resistente à maior parte dos antibióticos existentes neste início do século XXI, chamada de Tuberculose Extremamente Resistente - TBXDR.
A tuberculose é um indicador social. Onde haja índices significativos de TB, podemos afirmar que coexista injustiça social. Onde haja índices elevados de tuberculose multiresistente ou extremamente resistente garantimos haver graves problemas de gestão dos programas de controle da doença. Estima-se que 94% dos casos de multiresistência são casos de resistência secundária, isto é, as bactérias eram sensíveis aos antibióticos no início do tratamento, entretanto, por falhas em seu acompanhamento acabaram por tornarem-se resistentes a ele. Isto se dá pelo abandono dos remédios antes do final do tratamento, ou, pela tomada irregular dos medicamentos. Só 6% seriam casos de resistência primária, aqueles em que o indivíduo se infecta por uma bactéria já resistente às drogas.
James Nachtwey, ao documentar a tuberculose extremamente resistente e esforçar-se por torná-la um fato digno de nota para a mídia internacional, presta um inestimável serviço à saúde pública do planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário