Google+ Followers

sábado, 29 de dezembro de 2012

FALA DO JORGE PAIVA


O GALHO, O TERÇO E A BOLA

O Povo
Dia 26-12-12
                      O GALHO, O TERÇO E A BOLA

                                              Por Antero Coelho
Antero Coelho Neto

São 3 coisas que parecem não ter relação alguma entre si, mas são os principais objetos que os praticantes de caminhadas diárias, nas praças cearenses e Avenida Beira-Mar , levam nas mãos.

O galhinho de arruda simboliza nossas crendices tão curiosas e freqüentes. O terço, confirma nossa grande religiosidade católica. E a bolinha de borracha para os exercícios com os dedos das mãos para uma estimulação muscular durante a sua caminhada.

O galhinho e o terço, ambos fortes protetores, são utilizados pelas mulheres que caminham quase sempre em grupos, falando alegremente e, frequentemente, todas contando suas estórias familiares ao mesmo tempo.  Estou criticando? Não, elas têm aquela bendita capacidade mental que as permite fazer várias coisas ao mesmo tempo.

A bolinha é utilizada pelos homens, velhos e novos, que buscam perfeição muscular ou saúde corporal. Muitos sozinhos e, quando em grupos, falando de problemas sociais, política ou futebol. Eu, que caminho sozinho, pelo meu próprio ritmo, fazendo de conta que não estou ouvindo, fico me deliciando com as “fofocas” que ouço.

E aí destaco os três importantes elementos para nossa longevidade: a atividade física, a boa fofoca e a religiosidade. Fico satisfeito ao comprovar, cada vez mais, o reconhecimento, pela nossa população, de suas importâncias, com o aumento de nossa longevidade. Principalmente pelas mulheres.

“Vida ativa” tem sido um Projeto da OMS, desde há vários anos, e então incorporei este determinante como essencial para a nossa vida com boa  longevidade. Por isso, tem sido um  “slogan” de nosso programa “Novas Idades”, transmitido pela Rádio Universitária-FM, todos os sábados, as 11:00 horas, para que os ouvintes possam alcançar uma maior longevidade: “Tenham uma Vida Ativa, Criativa e Saudável” destacam os Drs. João Macedo, Charlys Nogueira, Jarbas Roriz e o velho aqui que escreve, responsáveis pelo Programa.

Mas, também, tenho de destacar um outro fato que encontramos nas praçinhas e locais de caminhadas: os praticantes são quase todos  das classes média e alta. Muitos dispõem de automóveis (agora cada vez mais) e podem chegar aos locais apropriados. E aí vem a nítida demonstração de que os pobres não são praticantes de caminhadas diárias. Academias de ginásticas? Nem pensar. Pobre tem de trabalhar muito para poder viver e não tem tempo para caminhar ou fazer exercícios. Claro que alguns poucos têm já uma atividade física realizada nos seus trabalhos. São porem, cansativas e, algumas vezes, estafantes e traumáticas para determinadas partes do corpo. É isto aí, meus amigos ricos e da classe média, pobre não tem nem o “direito” de praticar atividade física recomendável. E fica mais fácil de adquirir várias doenças conhecidas e mais propenso às práticas proibidas, como beber e fumar.

Daí, pensei na possibilidade do próximo Prefeito de Fortaleza inovar, criando um programa de “Vida Ativa” com as praticas recomendadas para todos os seus funcionários e para a população pobre em geral, nos diferentes bairros da cidade. E que passem também a usar o galho, o terço ou a bola, alcançando  uma maior longevidade, evitando esta alarmante obesidade atual e tendo mais satisfação de viver e momentos de felicidade no ano novo.


Antero Coelho Neto
Médico e Professor

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

DANIEL ARRUDA TEIXEIRA

          MATÉRIA PUBLICADA NOJORNAL DE SÃO PAULO NO DIA 21 DE OUTUBRO DE 2012                                                                            DANIEL COLHENDO FRUTOS DE MUITOS ANOS DE ESTUDO
PARABÉNS MEU FILHO!


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

SAINT-PAUL-DE-VENCE - FRANÇA

VIAJANDO COM MEU FILHO PELO SUL DA FRANÇA- Provance-Alpes-Côte d’Azur. Junho de 2010.

SAINT-PAUL-DE-VENCE

Saint-Paul-de-Vence é uma deliciosa cidadezinha medieval situada no sul da França. Fica a 20 km de Nice e pertence ao departamento dos Alpes Marítimos na Região Provance-Alpes-Côte d’Azur. Fundada no século IX, Saint Paul é uma das cidades medievais mais antigas da Riviera Francesa. Numerosos artistas e escritores frequentaram a cidade como: Matisse, Modigliani, Chagall, Jean Giono, Jacques Prévert, Yves Montand, James Baldwin e Simone Signoret. Chagall morou em Saint Paul durante 20 anos e está no cemitério da cidade.
A beleza e a luz de Saint Paul sempre atraíram muitos artistas que se hospedavam no Hotel La Colomb D’Or e pagavam as despesas com suas obras. Hoje, Saint Paul atrai turistas ávidos de cultura e arte. É um prazer indescritível caminhar por suas ruelas e é quase impossível resistir ao bom gosto de seus ateliers de arte.

Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg

Fortaleza, 19 de dezembro de 2012











SALVE JORGE PAIVA - 70 ANOS




FEIJOADA DA FESTA EMANCIPATÓRIA

                                                          Por CRÍTICA RADICAL

Ele e nós sempre pensamos a emancipação como uma festa. A festa está marcada. A emancipação tornou-se possível. Que tal fazer da festa de aniversário dos seus 70 anos uma criativa, coletiva e radical comemoração antecipada da emancipação?
Ele tem a polêmica como companhia. A começar pela data de seu nascimento. Seu abraço é desmedido. Sua alegria, contagiante. Seu estilo de vida, fora do normal. Para uns é um louco. Para outros, um notável estrategista. Para alguns, sua abordagem sobre a crise atual é desvario. Para outros, um achado.
Muitos dos seus feitos continuam desconhecidos: sua fuga da repressão em S. Paulo e particularmente em Fortaleza; seu destacado papel na inusitada vitória de Maria Luiza em 85 e no enfrentamento dos impasses acerca do papel da Administração Popular; o discernimento da definição das verdadeiras razões porque saímos da política; sua descoberta dos Grundrisse que apresentou um outro Marx até então quase desconhecido e que nos possibilitou o alcance da crítica radical, etc.
Em 1974, do encontro com Rosa, Maria e outros companheiros(as), na retomada das lutas, nasceu a rica experiência que já dura quase 40 anos. Tudo indica que o existir de um período tão rico, belo e polêmico só foi possível porque houve a compreensão de que a Ditadura Militar era a expressão política do sistema e, portanto, de que não poderia haver luta decisiva sem levar isso em conta. Isso fica cristalino na relação do enfrentamento da repressão com as manobras da transição transada da Ditadura Militar e a conciliação com a Nova República. Como essa questão não foi dimensionada e enfrentada consequentemente gestou-se a atual configuração histórica que não responde e não poderia responder aos enormes desafios colocados para a humanidade e o planeta. Isso impediu que o movimento social viesse a ocupar um papel radical pela transformação social.
O passar do tempo ainda mantém soterrada a abordagem crítica desse processo. Por isso continua suscitando polêmica, perguntas e indagações. Daí a insistência do Jorge tanto na reflexão como na ação coletivas. Na percepção do significado da nossa expulsão do PT. Na recusa em reivindicar a indenização da anistia. Na permanência em Fortaleza para dar prosseguimento coletivo à luta para superarmos as anteriores e as atuais contradições. Mineiro desnaturado, ele já assimilou a molecagem e a irreverência do cearense. Tudo isso o levou a enfrentar como desafios, situações consideradas incontornáveis. É compreensível, portanto, que grande parte das turbulências daí advindas continue ainda sufocada pela cortina do silêncio.
Diante de tantos impasses ele nos lembra sempre do poeta que nos convida a voar quando não há caminhos traçados. Assim procedeu ao perceber num trecho dos Grundrisse (Marx) que a ruptura com o capitalismo precisava ser repensada. Após certificar-se da procedência dessa descoberta, nos sensibilizou fortemente para contatar pensadores(as) que também se depararam com essa fantástica aventura desconhecida. A partir daí, passamos a dimensionar a natureza da crise que se anunciava; a perceber a concretude da barreira histórica do moderno sistema patriarcal produtor de mercadorias; a perscrutar os novos fundamentos teóricos para renovarmos a leitura de Marx; a levar em alta consideração a indispensável, bela e inadiável tarefa de contribuirmos para organizar um novo movimento social que vá além de Marx e do capitalismo; a insistir para que Fortaleza e o Ceará tenham um papel relevante para inaugurar uma nova era para a humanidade e o planeta. Pode-se afirmar, sem medo de errar, que a polêmica ganhou ainda mais intensidade com a confirmação da previsão de que a realidade se aproximaria do pensamento. O “Profeta do Caos” (Jornal O Povo – 08/12/2008) tinha razão! E agora, contra a opinião dos que duvidaram, está colocada a necessidade e a possibilidade da construção de uma “associação de indivíduos livres” (Marx).
Será que para ele tudo isso valeu a pena? Ele sempre reafirma, através de outro poeta, que tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Ninguém enfrenta uma situação dessas sem erros e acertos. A insistência em colocar em prática, na atualidade, a ruptura com o capitalismo, tendo como fundamento a crítica radical do valor-dissociação, do fetichismo, da mercadoria e suas demais categorias fundantes continua provocando polêmicas calorosas. Afinal, antes, com a expansão do capitalismo, parecia justificável a luta pela sua modernização. Hoje, diante da fronteira histórica do sistema, com o quase esgotamento de seu fundamento, de sua lógica, essa insistência tornou-se reacionária. Agora não cabe mais imanência e sim transcendência ao sistema. Ganhou atualidade a crítica categorial. A inconsciência disso e a ausência de uma prática emancipatória estão nos levando ao genocídio da humanidade, ao ecocídio do planeta e ao afundamento coletivo na barbárie.
Pensar a emancipação como festa entrou na ordem do dia. Para Jorge, com certeza, vale integralmente a afirmação de que a festa de seu aniversário deve ressaltar não só sua trajetória de vida e de luta, mas de todos(as) que lutam e almejam uma nova relação social, uma nova sociedade. Ele acha que chegou a hora de construirmos a maior façanha histórica da humanidade. Proscrito, tido por alguns como uma lenda, ele existe de carne e osso e continua com um grande coração. Você não pode perder a festa dos 70 anos de Jorge Paiva!

FEIJOADA DA FESTA EMANCIPATÓRIA
22/DEZ/2012 – SÁBADO – 11 HORAS
RUA PADRE MORORÓ, 952 – CENTRO
(entre Liberato Barroso e G. Rocha)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

ANTIBES- CÔTE D'AZUR - FRANÇA



VIAJANDO COM MEU FILHO PELO SUL DA FRANÇA- Provance-Alpes-Côte d’Azur - Junho de 2010.


Além da estonteante Paris, há outras cidades na França que são encantadoras, como as cidades praias da Côte d’Azur (Costa Azul) ou Riviera Francesa. Antibes é uma delas. Situada entre o mar e a montanha, Antibes é um destino inesquecível. Pertence a região de Provance-Alpes-Côte d’Azur e fica nas margens do Mar Mediterrâneo a 205 km de Marselha, 23 km de Nice, 15 km de Grasse e a 10 km de Cannes.  

Fundada por fenícios e gregos, provavelmente no século V ou IV a.C., Antibes faz parte do circuito histórico das cidades medievais. Foi importante ponto comercial e de passagem do Mediterrâneo na época dos romanos. Até hoje, está cheia de sítios arqueológicos, castelos imponentes e muralhas de proteção. O centro histórico, com ruas estreitas e praças antigas, ainda torna seu passado vivo. Antibes foi sede de um episcopado do século IV até 1244, quando a sede episcopal foi transferida para Grasse. Em 1860, Antibes foi integrada ao território francês. 

Principais lugares e monumentos de Antibes: Cabo de Antibes, Mercado Provençal, Museu Picasso, Museu Peynet e Farol de la Garoupe. O Castelo dos Grimaldi, que abriga o atual Museu Picasso, data do século XV e XVI e é considerado monumento histórico desde 29 de abril de 1928.

Com quatro portos, um deles o maior da Europa, Antibes também tem tradição marítima e grande vocação para os esportes aquáticos. São quase 25 km de diversificada paisagem costeira. E isso inclui praias públicas e privativas, de areia, de pedras e até algumas enseadas ocultas. 

A arquitetura e o rico ambiente marinho de Antibes já inspiraram artistas como Claude Monet, Eugène Boudin e Pablo Picasso. As obras do famoso pintor espanhol marcam grande presença no Museu Picasso. Estive em Antibes com o meu filho Daniel, em junho de 2010, e compartilho algumas fotos e um pouco da história da cidade.  

Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg

Fortaleza, 17 de dezembro de 2012.


Fonte:


OBRA DE ARTE DE JAUME PLENSA - Jaume Plensa est un sculpteur contemporain Catalan de renommée internationale né en 1955 à Barcelone, Espagne.
Jaume Plensa é um escultor comteporâneo, catalão, de renome internacional. Nasceu, em 1955, em Barcelona, na Espanha.

ANA MARGARIDA

ESCULTURA DE PICASSO - MUSEU PICASSO

ESCULTURA DE PICASSO - MUSEU PICASSO

ESCULTURA DE PICASSO - MUSEU PICASSO

ESCULTURA DE PICASSO - MUSEU PICASSO

O Castelo dos Grimaldi, que abriga o Museu Picasso.

PRAIA DE ANTIBES

PORTO DE ANTIBES

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

CALENDÁRIO ARTÍSTICO 2013 - CIDA FONSECA

Ocorreu hoje, 13/12/2013, às 10h, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE-anexo Aldeota) o lançamento do Calendário-2013, ilustrado com aquarelas de Cidinha Fonseca. Aluna do Curso de Licenciatura em Artes Visuais no IFCE, Cidinha é uma das pioneiras nesta arte, em Fortaleza. Parabéns para Cidinha pelo belíssimo trabalho artístico acompanhado de poesia filosófica. Seu Atelier fica na Rua Amadeu Furtado, 420, Parquelândia, Fortaleza-CE. Fone (85) 9914 8414


















terça-feira, 11 de dezembro de 2012

NATAL DO PAI (PROGRAMA DE AÇÃO INTEGRADA PARA O APOSENTADO


POSSE DOS NOVOS MEMBROS DA SOBRAMES - 2012

Realizou-se hoje, dia 10 de dezembro de 2012, às 19:30h, no auditório da UNIMED-FORTALEZA, a festa Anual de Confraternização da SOBRAMES-CE e a posse dos novos membros: Dr. Carlos Eduardo Barros Jucá, Dr. Luiz Gonzaga Porto Pinheiro, Dra. Jocileide Sales Campos e Dr. José Eurípedes Maia Chaves Jr. 
A Dra. Celina Côrte  presidiu o evento que contou com a apresentação do coral da Unimed. Está de parabéns a SOBRAMES-CE.